segunda-feira, 26 de Maio de 2014

Bolos salgados de arroz e frango


Na semana passada tinha feito umas tiras de lombinhos de frango com sopa de cebola e molho branco, no forno. Sobrou cerca de metade, tal como sobrou metade do arroz branco que fiz para acompanhar. Juntei um resto de bife de perú grelhado e pensei em fazer uns bolinhos de arroz e carne.

Piquei as carnes, juntei-as ao arroz e aqueci no micro-ondas, para que fosse mais fácil homogeneizar a mistura. Com a ajuda de uma colher de gelado moldei bolas, que passei por ovo batido e farinha. E só,  sem mais grandes polmes a fazer de cobertura, porque as calorias do arroz mais o frango e a molhanga da sopa de cebola com molho branco ... já respondiam sozinhos por "ataque qualificado do miocárdio".
Fritei em óleo bastante quente
Rendeu uma dúzia de grandes bolas salgadas de arroz e frango.
Trouxe 3 para o meu almoço e os garotos levaram para os lanches.

Filetes de Peixe-Gato no forno

                         


É uma repetição cá em casa porque foi bem acolhido pela pipoca pequenina.
Não tem ciência alguma e as imagens falam por si, excepto que os filetes são temperados com molho de churrasco que há à venda em qualquer supermercado e regados com uma mistura de vinho branco, àgua, azeite e molho de soja. Salpicados com salsa picada e forno!

                             

Tarde de domingo fantástica!




No domingo a cozinheira acordou cedo e com uma energia que há muito tempo não tinha!

Armários desbastados e arrumados, gavetas outrora temidas conheceram o fulgurante esplendor do arquivo horizontal - leia-se lixo -  roupas entregues a quem delas precisa, carro lavado e ... pasme-se ... teve coragem de fazer uma coisa que absolutamente detesta: centros comerciais ao domingo de manhã ... e pior ainda: os supermercados destes!

Passei pela Area e resolvi mudar o visual do balcão: agora com menos tralha e mais vidros!
Mais um abat-jour novo para o candeeiro da entrada ...

E foi uma tarde cheia de bem-estar, boa música ... oh a música que apanhei na radio ... expensive soul, radio macau, deolinda, amor electro, ella fitzgerald, nina simone, patsy kline ...

Ahhh e o  velhinho Green Sands dá 20 a 0 a este Sommersby!!!!!!!!!!!!
Mas ... foi muito boa companhia, este Sommersby que deixou de me ser estranho!
Ps: Lembro-me sempre o filme Sommersby - o regresso de um estranho, com o Gere e a Foster, quando vejo as garrafas ...

Cataplana de garoupa


As cataplanas cá em casa são épicas e já fazem parte do nosso quotidiano: de carne, de peixe, de marisco, mais asiáticas ou mais indianas .... tudo o que sai de uma cataplana nesta casa tem destino abençoado!

Receita aqui! Apela-se à criatividade dos cozinheiros em adaptar a pescada original à garoupa!




segunda-feira, 19 de Maio de 2014

Caril de tamboril com massa

Usei:

- 1 kg de lombos de tamboril congelados
- 1 cebola média
- 2 dentes de alho
- 0,5 dl de azeite
- 1/2 chávena de vinho branco
- 1 chávena de conchiglie
- 2 chávenas de cotovelinho
- 1 colher de sopa, rasa, de pó de caril
- água para cozer a massa
- sal e pimenta, qb

Como?
Faz-se um refogado, com a cebola e com os alhos, até esta ficar translúcida. Junta-se o vinho branco e o tamboril.

Assim que o álcool do vinho branco evaporar, temperamos com sal e  pimenta a gosto e a massa  que cobrimos com água, mexemos e tapamos. A meio da cozedura da massa juntamos o caril em pó, para ter tempo de engrossar.

Lulas guisadas com batata

Por motivos de saúde tenho andado meia arredada das lides culinárias. E obrigo-me aos fins de semana, aos bocadinhos - quando me sinto bem e sem dores nos músculos ou nos ossos - a deixar comida pronta para a semana, posto que até agora consegui sempre trabalhar.

Um prato completo, que não me obrigue a fazer acompanhamentos é tudo o que de melhor me pode acontecer ao fim do dia quando aquelas "boquinhas mai queridas" me perguntam, assim que entram no carro: "o que é o jantar mãe?"



Usei:
- 0.5 dl de azeite
- 4 dentes de alho
- 1 cebola média picada
- 1 folha de louro
- 4 colheres de sopa de polpa de tomate; ou tomate seco conservado em azeite
- 1 chávena de vinho branco
- 2 chávenas de água
-1 pacote de lulas congeladas
- 8 batatas roxas médias em cubos
- 1 molhos de salsa picada
- 2 ramos de orégão fresco (podem usar cravo-da índia ou noz moscada, sem medos nem receios)
- sal e pimenta, a gosto (eu gosto de uma malagueta ... mas tenho crianças ...)

Como?
Faz-se um refogado, com a cebola, com o louro e com os alhos, que se deixa apurar com a polpa de tomate, sem queimar. Junta-se o vinho branco, as lulas e as batatas, tudo ao mesmo tempo, aconchegando tudo no tacho com ajuda de uma colher de pau. Se quiser pode juntar nesta altura, ervilhas e cubinhos de cenoura. As dores que tenho nos ossos das mãos não mo permitiram. Fica para a próxima.

Alternativamente podem juntar as lulas apenas nos últimos 3 minutos de cozedura das batatas ... porque como sabem os gasterópodes (lulas, chocos, polvos e afins) têm um ciclo de cozedura muito próprio: cozinham nos primeiros 3 a 5 minutos, seguidamente ficam duros e só depois de uns bons 30 a 45 minutos voltam a ficar tenros, mas eu já só queria era ter a empreitada feita.

Assim que o álcool do vinho branco evaporar, temperamos com sal e  pimenta a gosto e juntamos os dois pés de óregãos. Logo de seguida vertemos as duas chávenas de água, mexemos e tapamos. A meio da cozedura das batatas juntamos a salsa picada e envolvemos. 

As lulas foram virando lulinhas porque ficaram a cozer mais tempo e o resultado está no frigorífico para amanhã à noite.

Tea Party Mood





















Fatal como o destino!!!!!!


Tudo o que há para saber sobre biscoitos de chocolate!

http://www.handletheheat.com/2013/07/the-ultimate-guide-to-chocolate-chip-cookies.html





A Tessa Arias é uma miúda fantástica empenhadíssima numa carreira votada à gastronomia: quer como autora de livros, quer como blogger.

Este é o resumo da sua aventura com tudo o que há para saber sobre biscoitos de chocolate!!!!!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...